sexta-feira, 18 de abril de 2014

A ceia de Páscoa

   Os discípulos ficaram entusiasmados por celebrar a ceia da Páscoa,mas começaram a ficar mais sérios ao perceberem que Jesus estava muito triste.
-Um de vocês vai me entregar aos meus inimigos-disse-lhes Jesus,por fim.
  Eles ficaram horrorizados.
-Não está se referindo a mim,Senhor,não é?-perguntou cada um por sua vez.
  Judas Iscariotes percebeu que Jesus sabia de sua traição.Mas Jesus não o acusou abertamente.Em vez disso,tentou oferecer-lhe amizade e perdão.
 Estendeu para Judas a melhor e mais saborosa parte da comida.O rosto de Judas,porém,permaneceu sério e rígido.Ele não voltaria atrás na sua combinação com o Conselho.Além disso,ele tinha a informação que eles queriam.
  Jesus olhou para ele com grande tristeza.Então disse:
-Seja rápido e faça o que tem que fazer.
  Os outros discípulos não compreenderam o que Jesus quis dizer.
  Sem uma palavra,Judas esgueirou-se da sala e saiu para a escuridão da noite.
 Enquanto faziam a refeição,Jesus fez algo novo e maravilhoso.Ele transformou a velha Páscoa judaica numa ceia com um significado especial,que os cristãos mantiveram desde aquele dia até hoje.Primeiro pegou o pão da mesa e distribuiu-o entre os discípulos.
-Comam,todos vocês-disse-lhes.
-Este pão é o meu corpo,que vai er dado por todos vocês.
 Pensativos e um pouco desconcertados,os discípulos comeram.
Depois,Jesus pegou uma taça de vinho e a entregou a eles.
  -Bebam isto-disse.-Este é o meu sangue,que vai ser dado por muitos.Meu sangue será o selo da nova aliança de Deus,que ele fará com pessoas de todas as nações.
  Os discípulos beberam como Jesus havia mandado.
  Em breve,não muitos dias depois,eles entenderiam melhor o que ele queria dizer.Sua morte seria parte do grande plano de Deus,para salvar a humanidade.Jesus estava entregando deliberadamente sua própria vida,para que as pessoas de toda parte pudessem ter o perdão de Deus e receber vida nova por meio da confiança nele.